Eclipse Solar no Carnaval!

O Carnaval é uma época que costuma ser amada por muita gente, seja porque você pode cair na folia ou porque, como é preferência dos mais reservados, você pode aproveitar e descansar um pouco. Democrática como essa época do ano é, o Universo só podia reservar um fenômeno que todo mundo gosta pra comemorar: dia 26 de fevereiro, às 10 horas e 10 minutos da manhã, começa um Eclipse Solar!

Continue lendo “Eclipse Solar no Carnaval!”

Oficinas desvendam mistérios da luz no Museu Ciência e Vida – INSCRIÇÕES ENCERRADAS!

INSCRIÇÕES ENCERRADAS!
Durante os meses de março e abril, professores poderão agendar suas turmas para uma jornada pela luz. O projeto “Luz, câmera e sombras – revelando a fotografia”, apoiado pelo Instituto Tim e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), oferece diversas oficinas para alunos de 4 a 10 anos, incluindo o transporte dos alunos até o Museu Ciência e Vida. Além das oficinas, os visitantes participam de uma sessão de planetário.

Seleção de bolsista para o Museu Ciência e Vida 2016/2017

A Fundação Centro de Ciência e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro – Fundação Cecierj – abriu a seleção de bolsistas. São 23 vagas, sendo 19 para o Museu Ciência e Vida e 5 para o Cineclube Cederj, com formação de cadastro reserva. São vagas para graduandos e graduados. Os selecionados vão integrar o quadro do Museu Ciência e Vida, em Duque de Caxias, e do Cineclube Cederj (Duque de Caxias, Paracambi, Angra dos Reis, Piraí e Resende). 

Continue lendo “Seleção de bolsista para o Museu Ciência e Vida 2016/2017”

Oficina traz infância de Manoel de Barros ao Museu Ciência e Vida

No centenário do poeta das pequenezas e das “ignorãças”, o Projeto Letras Vivas oferece a oficina “Imagens e infância em Manoel de Barros”, no dia 8 de outubro, às 10h, no Museu Ciência e Vida, em Duque de Caxias (RJ). Os interessados podem se inscrever pelo telefone (21) 2671-7797. A atividade é gratuita e oferece certificado.

Continue lendo “Oficina traz infância de Manoel de Barros ao Museu Ciência e Vida”