Arduíno Day no Museu Ciência e Vida

O Arduíno Day é uma celebração mundial de aniversário do Arduíno, instrumento que possibilita a criação eletrônica de forma mais acessível e barata. Pela primeira vez na Baixada Fluminense, o evento acontecerá no dia 16 de março, das 9h às 17h no Museu Ciência e Vida, em Duque de Caxias. O evento oferece palestras e oficinas com nomes de destaque na área. As inscrições estarão disponíveis em breve no nosso site. Fruto de uma parceria entre a Mekanus Robótica Educacional, o Museu Ciência e Vida e a Secretaria Municipal de Cultura de Duque de Caxias, o evento busca compartilhar experiências sobre a plataforma de código aberto e oferece oficinas abertas ao público interessado.

Programação Arduíno Day – Duque de Caxias – 2019
Inscrições: https://bit.ly/2Tkeqil

 PALESTRAS

09:30 – 10:30 – Palestra 1 – Egeu Laus – Cidades Criativas, Arte e Tecnologia
O palestrante falará sobre o panorama Mundial da Network Creative Cities; Rede de Cidades Criativas no Brasil; Candidatura de Duque de Caxias a Cidade Criativa da Unesco no Setor de Media Arts (artemidia): Arduino atravessando a arte no século 21.

Público preferencial da palestra: gestores públicos municipais, gestores públicos de Cultura, operadores e produtores culturais, professores de arte-educação e coordenadores pedagógicos de escolas públicas e privadas, artistas, de modo geral, gente da tecnologia na interface com a artemidia.

Sobre o palestrante – Egeu Laus é designer de formação. É coordenador de Economia Criativa na Secretaria de Cultura e Turismo de Duque de Caxias. Foi Diretor de Arte da Gravadora EMI Music onde trabalhou por mais de 11 anos. É responsável pelo projeto gráfico de todas as capas de discos-solo de Renato Russo e dezenas de outras. Atualmente pesquisa Cidades Criativas e as Expressões Culturais de Duque de Caxias. Coordena a Rede Caxias Criativa. Foi Secretário-Adjunto de Cultura de Nova Iguaçu, onde gerenciou os Pontinhos de Cultura do município.
Foi Gerente de Projetos da Secretaria de Cultura do RJ, assessorando os editais da Cultura Digital e do Funk, realizando oficinas e debates por todo o estado. Produziu, organizou e coordenou a TEIA Baixada, encontro de 3 dias com de 45 grupos culturais da Baixada Fluminense. Produziu, coordenou e foi mediador de 2 mesas no Fórum Cultural Mundial: “O Outro Lado do Rio – Construindo pontes no Universo da Cultura” e “O Ouvido Pensante – Em busca de uma escuta consciente”. É autor de capítulo sobre Capas de Discos no Livro O Design Brasileiro antes do Design da Editora Cosac Naify. Pesquisador de Memória Gráfica Brasileira, Música Brasileira e Cultura Material. Produziu e realizou exposições no Instituto Tomie Ohtake (SP), Casa Laurinda Santos Lobo e Sala Candido Mendes no Rio. Escreveu verbetes para a Enciclopédia de Música Popular (edição Folha de SP/Itaú) e tem pesquisa sobre a história da capa de discos no Brasil e Memória Gráfica dos Rótulos de Cachaça.

11:00 – 12:00 – Palestra 2 – Professor Mario Serra – “O desafio da integração das culturas digitais ao ambiente escolar: rediscutindo o currículo.”

Público preferencial – professores, educadores e empreendedores do ramo de educação, gestores públicos municipais, gestores públicos de Cultura, operadores e produtores culturais, coordenadores pedagógicos de escolas públicas e privadas.

Nesta apresentação pretendemos discutir os desafios da integração das culturas digitais ao currículo escolar tendo como pano de fundo o cenário das orientações da Base Nacional Comum Curricular e as possibilidades apresentadas pelos microprocessadores e computadores de placa única como Arduíno, RaspberryPi e MicroBit. Ainda discutiremos como estas novidades podem ajudar as instituições escolares na melhoria de seus resultados de aprendizagem a depender do desenho didático que elaborarem para seus alunos.

Sobre o palestrante:
Mário Serra, professor da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro, graduado em Filosofia, Especialista em Educação à Distância, Consultor em Tecnologia Educacional, Gestor do Projeto: Espert@mente – Inteligência em Ação Atua há mais de 30 anos em educação formal. Presta consultoria educacional especialmente na área de tecnologia, com ênfase na formação inicial e aperfeiçoamento de professores. Atualmente se dedica a pesquisa de soluções educacionais que integre a cultura Maker ao cotidiano do ensino regular, fundamental e médio, através do projeto Espert@mente, Inteligência em ação.

13:00 – 14:00 – Palestra – 3 – Marcello Torres – Busca de Soluções em um Mercado Desafiador
As mudanças no mercado de trabalho, o impacto da tecnologia em nossas vidas, educação, desafios, visão e habilidades.

Público preferencial: Amantes da Tecnologia.

Sobre o palestrante: CEO da Terra Torres Telecom – uma empresa criada e administrada por profissionais que fazem da tecnologia a sua razão de ser.
Formado em Eletrônica com mais de 28 anos de experiência em telecomunicações, automação, gestão de serviços de TI, segurança da informação, administração de redes e de sistemas.

14:30 – 15:45 – Palestra 4 – Professor – Altair dos Santos – “Fiz um Projeto? E agora?” – Projetos de Automação dentro das Escolas

Público preferencial – Recomendada para alunos, professores, educadores e pais ou familiares de estudantes do Fundamental e do Ensino Médio.

“Sou um estudante e tive uma ideia. E agora? O que faço? Como posso desenvolvê-la? Como posso realizar tal projeto? Como posso divulgá-lo? Quais as possibilidades que eu tenho sendo ainda um estudante?” A palestra será voltada para instruir o aluno nos passos da realização do seu projeto, como ele pode e deve desenvolvê-lo e, uma vez pronto, as possibilidades que ele tem de participar das maiores feiras de Tecnologia do país a fim de divulgar a sua invenção. Serão demonstrados exemplos de várias invenções que foram realizadas na Oficina de Projetistas Jovens Talentos da FAETEC de Niterói e como os alunos conseguiram premiações que, inclusive, levaram dois deles a ir expor seu projeto na INTEL-ISEF, a maior feira de tecnologia do mundo que ocorre anualmente nos Estados Unidos. Sobre o palestrante: Altair Martins dos Santos é sócio/professor do Curso ALTSYN – Eletrônica, Robótica e Automação – onde ministra cursos de Robótica, Arduino, Microcontrolador PIC, IOT e eletrônica de bancada. Formado pelo CEFET-RJ em Eletrônica, trabalha a 28 anos na Escola Técnica Electra como professor, leciona há 19 anos na FAETEC de Niteroi, Escola Técnica Estadual Henrique Lage, onde hoje é coordenador do Curso de Eletrônica e coordenador da Oficina de Jovens Talentos e Jovens Projetistas, trabalha a 2 anos como instrutor no Instituto APONTAR, no Projeto Estrela Dalva, onde ministra uma Oficina de Eletrônica e Robótica. Além disso, trabalhou durante 8 anos no GEMD – Grupo Executivo de Manutenção e Desenvolvimento – Na UFRJ, Ilha do Fundão – realizando manutenção e projetos na área de eletrônica.

OFICINAS

09:00 – 10:15 – Oficina 1 – Professor Mario Serra – Experimentando a cultura maker na escola através do BBC microbit

Esta oficina é recomendada a participantes a partir de 10 anos de idade.
Pré-requisitos: saber ler e escrever

Nesta oficina vamos “saborear” algumas experiências de utilização da ferramenta BBC Micro:Bit. Este “micrinho” distribuído para milhares de estudantes do Reino Unido vem se tornando uma fonte de abundantes possibilidades pedagógicas. Nos permite desenvolver uma série de atividades práticas e acessíveis tanto em projetos curriculares como naquelas extra-classe. Os resultados são imediatos, requerendo pouquíssimo esforço, com resultados satisfatórios logo nos primeiros contatos.

Sobre o instrutor:
Mário Serra, professor da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro, graduado em Filosofia, Especialista em Educação à Distância, Consultor em Tecnologia Educacional, Gestor do Projeto: Espert@mente – Inteligência em Ação Atua há mais de 30 anos em educação formal. Presta consultoria educacional especialmente na área de tecnologia, com ênfase na formação inicial e aperfeiçoamento de professores. Atualmente se dedica a pesquisa de soluções educacionais que integre a cultura Maker ao cotidiano do ensino regular, fundamental e médio, através do projeto
Espert@mente, Inteligência em ação.

10:30 – 11:45 – Oficina 2 – Renata Ávila – Piano de Papel Alumínio”

Esta oficina é recomendada a participantes a partir de 8 anos de idade.
Pré-requisitos: saber ler e escrever
Total de 20 participantes, serão formados 5 grupos com 4 componentes.

Os participantes irão aprender quais são os materiais condutores de eletricidade e quais são os isolantes e que o papel alumínio é um condutor de eletricidade. Os participantes irão construir o circuito ligando as portas da placa Arduino a pedaços de papel alumínio e criando a programação para que cada pedaço de papel toque um som numa frequência diferente (dó – ré – mi – fá – sol – lá – si) e quando a pessoa encostar o dedo na tecla de papel, a energia do corpo humano será conduzida através do papel alumínio e será emitido o som correspondente aquela nota musical.

Sobre a instrutora:
CEO da ByteClub – http://www.byteclub.com.br/ – empresa que oferece cursos de Robótica com Arduino, Programação kids e Youtuber nas escolas parceiras.
Bacharel em Ciência da Computação com mais de 20 anos de experiência em lecionar programação, modelagem de sistemas com UML, especificação de requisitos, teste de software, gerência de projetos, desenvolvimento ágil, entre outras disciplinas na área de TI, na FAETEC, no SENAC e na Universidade.
Contato Profissional – https://www.linkedin.com/in/renata-%C3%A1vila-32171039/

13:00 – 14:15 – Oficina 3 – Prof. Denio Rocha – “A Automação residencial com o Arduíno”

Pré-requisitos: Conhecimento básico de Arduíno

Os participantes irão aprender técnicas para a automatização de casas e escritórios utilizando o Arduíno e outros componentes eletrônicos. Os participantes conhecerão sobre cada um dos componentes eletrônicos e como liga-los a placa do Arduíno para um controle total ou parcial dos aparelhos e equipamentos ligados a ele.

Sobre a Robótica Equilíbrio:
Somos uma empresa do Grupo Equilíbrio e oferecemos aulas de Robótica para escolas promovendo assim o desenvolvimento cognitivo no processo de aprendizagem e a acessibilidade as novas tecnologias dentro das salas de aulas.

14:30 – 15:45 – Oficina 4 – Adriano Silva – Arte & Robótica

Esta oficina é recomendada para o público a partir de 14 anos.

Pré-requisitos: Saber ler e escrever.

Antes de iniciar a oficina o instrutor irá discutir, brevemente, sobre o uso da tecnologia no dia a dia, sua influência e emprego nas artes. Dinâmica preliminar: Com o total de até 20 pessoas, serão formados 4 grupos com 5 componentes, dividindo os materiais das práticas, cada grupo montará uma parte do mecanismo robótico de acordo com os procedimentos indicados pelo instrutor. Sobre o instrutor – Sócio da LICSAN Tecnologia, empresa de desenvolvimento de softwares customizáveis. Técnico em programação de computadores pelo Colégio Pedro II, graduando em Administração de Empresas (UERJ), desenvolve softwares para o ensino e pesquisa desde 2007. Nos últimos anos atuou como projetista de software educacional na Secretaria Municipal de Educação de Duque de Caxias e foi autor da oficina “Robótica com materiais de baixo custo”, ministrada no Museu Ciência e Vida. Contato profissional do instrutor: http://lattes.cnpq.br/1171154607855076