Ampliando as nossas fronteiras: A New Horizons chega a Plutão!

Dois mil e quinze é, definitivamente, um ano de muitas celebrações! O Hubble fez 25 anos, a equipe brasileira que participou da Olimpíada Internacional de Física conquistou três medalhas, teremos o centenário da publicação da teoria da Relatividade Geral, tivemos um eclipse solar, uma super lua e o equinócio de outono acontecendo no mesmo dia e, por fim, a mais excitante novidade de todas: a sonda New Horizons, da Agência Espacial Norte Americana (NASA), acabou de chegar a apenas 12.430 km de Plutão!

 

Esqueçam tudo que conhecem sobre nossas fronteiras, pois elas estão prestes a se expandir!

 

Plutão, que era considerado um planeta e possui cinco satélites, é um objeto localizado no Cinturão de Kuiper, uma região muito externa do nosso sistema. Em 2006, ele foi reclassificado da categoria, depois que os astrônomos observaram que um objeto mais distante do que ele, posteriormente chamado Eris, era ainda maior do que o então nono planeta do sistema solar. Depois de muita discussão e controvérsia, Plutão acabou sendo reclassificado, entrando no mesmo grupo de Eris e outros três objetos: os Planetas Anões.

 

A chegada da New Horizons vem trazendo diversas novidades sobre este objeto misterioso e desconhecido. Pela primeira vez, podemos ver como é a superfície desse astro (que apresenta um charmoso “coração” desenhado em uma de suas faces) e ter estimativas reais das suas características. Com todos esses dados novos a polêmica da classificação volta à tona: a sonda descobriu que Plutão não apenas é mais denso do que se imaginava (o que pode significar que ele tenha uma quantidade razoável de gelo em seu interior), mas também que ele é cerca de 80 km maior do que se acreditava, com 2370 km de diâmetro. Nosso ex-planeta conquistou de vez, em um dia, a posição do maior objeto conhecido do cinturão de Kuiper, desbancando Eris, cuja descoberta deu início à discussão toda.

 

A chegada a Plutão é um enorme marco para o conhecimento das origens do nosso sistema e suas fronteiras. Quantos outras descobertas ainda não poderão ser feitas? Estamos entrando num lugar totalmente novo e o inesperado é a regra do jogo… Fiquem atentos! Acabamos de ampliar os nossos horizontes!

 

Gráfico comparativo de tamanho da Terra, Plutão e Caronte (uma das luas de Plutão). Fonte: NASA.

 

Carolina de Assis, astrônoma do Museu Ciência e Vida.

Para aprender mais sobre astronomia, o Museu Ciência e Vida oferece Sessões de Planetário. Para agendamento escolar, ligue para 2671-7797. Temos sessões abertas ao público também aos sábados e domingo, às 14h e 15h.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *